terça-feira, 22 de julho de 2008




e, no recanto livre perdido no espaço além das eras, a vida verde brota da chão em seu grito de emancipação.

- que mais quero do dia além de sol e água fresca? - disse a vida.
- que mais quero da noite além do luar?
- que mais quero do mundo além de estar aqui?
- que mais quero de ti senão o polinizar?

2 comentários:

Um mundo a ser compartilhado disse...

E apenas deixe a energia fluir, que a vida se encarrega de fazer o resto!

Otalibas disse...

que sorvamos do fundo do monte
a essencia da vida
e que possamos sempre nos religar
ao que há de mais sublime para
fortalecer a aura e enfrentar a
"vida" se é que é vida sigamos e tracemos linhas de luz pura para nos guiar e dar luz aos que nos acompanham


Pepeu Gomes
"roda onibus roda carro
se afastando do infinito
que eu acho mais bonito
mais bacana cana cana
a casca de banana em que eu pisei"